segunda-feira, agosto 30, 2010

Aula 2 de Sistemas Operacionais Abertos

Vimos alguns comandos na aula 2, principalmente aqueles relativos a visualização de processos no Linux. Vamos ver mais alguns comandos nas outras aulas.

A interface de linha de comando é bastante poderosa para realizar tarefas automatizadas, ou realizar a mesma tarefa para múltiplos usuários. Por exemplo, você poderia ter um sistema com 100 usuários e gostaria de trocar o nome de uma pasta qualquer, dentro da pasta de dados de cada usuário.

É claro que você poderia ir ao gerenciador de arquivos e fazer isto, para cada usuário, mas seria uma tarefa monótona e extremamente demorada. Se fossem mil usuários, seria impossível fazer usando uma interface "point-and-click". Nesta hora a linha de comando torna-se poderosa.

Você precisa saber comandos para usar Linux ? Quase certamente NÃO. Esta idéia antiquada ainda permanece, mas não é mais verdadeira.

Se você tiver problemas com suporte a algum hardware, precisará usar linha de comando no Linux ? Quase certamente SIM. Porque você irá procurar informações na internet (tal aparelho funciona no Ubuntu XX.X ?) e as respostas serão fornecidas iniciando com a frase "abra um terminal e digite". Isto é um pouco intimidador, mas não esqueça que para usuários comuns, qualquer problema com Hardware é intimidador, em qualquer SO. A vantagem de receber instruções pela linha de comando é que, em geral, você copia e cola as instruções no terminal, e as coisas funcionam.

Se você trabalha com informática, você precisa saber comandos ? Claro que SIM. Afinal de contas, os profissionais devem conhecer uma das maneiras de trabalhar com o sistema. Se você não aprender, não será tão qualificado quanto outros que aprenderam, simples assim.

Os comandos tornam-se especialmente úteis nos seguintes dois casos:


  1. Tarefas de Gerenciamento de Sistemas.
  2. Tarefas de instalação de servidores diversos.
Note que estas tarefas são executadas por profissionais, não sendo necessárias no dia-a-dia.

Dois comandos que vimos na aula são ps e top. O primeiro mostra informações de processo, e ose gundo também mas de uma forma mais dinâmica. Tão importante quanto os comandos, é saber que estes programas contém opções e uma página de manual instalada no seu sistema. Se você abrir um terminal e digitar (não precisa digitar $, é só para indicar que estou na "linha  de comando"
$ man ps
Será aberta a página de manual do comando ps. Para correr uma folha, pressione a barra de espaço, para sair aperte q. Veja a figura:

Captura de Tela da página de manual do comando  ps.

A página de manual mostra qual é o comando, mostra que este comando tem opções, mostra alguns exemplos (teste TODOS no seu computador), e prove algumas explicações. Muitas vezes estas páginas estão traduzidas. Não esqueça: a barra de espaço vai para a outra página, q sai, b volta, etc.

É possível visualizar estas páginas de uma forma mais bonita. Usando o programa konqueror (se não estiver isntalado, pode fazê-lo pelo instalador de programas), que é um navegador Web, gerenciador de arquivos, visualizador, etc. pode-se ver a mesma página de manual digitando na barra de endereço
man:ps

Veja a figura como fica

Visualização do comando ps no konqueror

Para os outros comandos, valem as mesmas instruções. É sempre a mesma sintaxe: (comandos opções). E a página de manual está em man comando, na linha de comando, ou man:comando, no konqueror.

Nenhum comentário: